Vida sem Pecado - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Vida sem Pecado

A Bíblia Responde > IV – Vida, Parábolas e Milagres de Cristo
A Bíblia Responde - Capítulo nº 04 -  Vida, Parábolas e Milagres de Cristo

1. Que testemunho é dado quanto à vida de Cristo na Terra?

"0 qual não cometeu pecado, nem na Sua boca se achou engano." I S. Ped. 2:22.

2. Que é verdade a respeito de todos os outros membros da família humana?

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus." P.om. 3:23.

3. Com que pergunta desafiou Cristo a Seus inimigos?

"Quem dentre vós Me convence de pecado?" S. João 8:46.

4. Até que ponto foi Cristo tentado?

"Um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado." Heb. 4:15.

5. De que natureza participava Cristo, em Sua humanidade?

"E visto como os filhos participam da carne e do sangue, também Ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo." Heb. 2:14.

6. Até que ponto partilhou Jesus de nossa humanidade comum?

"Pelo que convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel Sumo Sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo." Heb. 2:17.

Em Sua humanidade, Cristo participou de nossa natureza pecaminosa, caída. Senão, não seria então "em tudo semelhante aos irmãos," não seria como nós, em tudo .. . tentado, não venceria como temos de vencer, e não seria, portanto, o completo e perfeito Salvador que o homem necessita e deve ter para ser salvo. A ideia de que Cristo nasceu de uma mãe imaculada ou isenta de pecado, sem herdar tendências para pecar, e por isso não pecou, põe-nO à parte do domínio de um mundo caído, e do próprio lugar onde é necessário o auxílio. De Sua parte humana, Cristo herdou exatamente o que herda todo filho de Adão — uma natureza pecaminosa. Do lado divino, desde a própria concepção, foi gerado e nascido do Espírito. E tudo isso foi feito para colocar a humanidade num plano vantajoso, e demonstrar que da mesma maneira todo que é "nascido do Espírito" pode obter idênticas vitórias sobre o pecado, mesmo em sua pecaminosa carne. Assim cada um tem de vencer como Cristo venceu. Apoc. 3:21. Sem este nascimento, não pode haver vitória sobre a tentação, nem salvação do pecado. S. João 3:3-7.

7. Onde, em Cristo, condenou Deus o pecado, e nos ganhou a vitória sobre a tentação e o pecado?

"Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o Seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne." Rom. 8:3.
Deus, em Cristo, condenou o pecado, não por Se pronunciar contra ele como simples juiz assentado no tribunal, mas vindo e vivendo na carne, na pecaminosa carne, sem todavia pecar. Em Cristo Ele demonstrou que é possível, por Sua graça e poder, resistir à tentação, vencer o pecado e viver uma vida sem pecado na pecaminosa carne.

8. Pelo poder de quem viveu Cristo a vida perfeita?

"Eu não posso de Mim mesmo fazer coisa alguma." S. João 5:30. "As palavras que Eu vos digo não as digo de Mim mesmo, mas o Pai, que está em Mim, é quem jaz as obras." S. João 14:10.

Em Sua humanidade, Cristo dependia tanto do poder divino para realizar as obras de Deus, como qualquer outro homem. Não empregou para viver uma vida santa nenhum outro meio que não esteja ao alcance de qualquer criatura humana. Por Seu intermédio todos podem possuir em si a presença de Deus de modo que neles opere "tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade." I S. João 4:15; Fil. 2:13.

9. Que abnegado desígnio tinha sempre Jesus diante de Si?

"Porque Eu desci do Céu, não para jazer a Minha vontade, mas a vontade d’Aquele que Me enviou." S. João 6:38
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal