Sofrimentos de Cristo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Sofrimentos de Cristo

A Bíblia Responde > IV – Vida, Parábolas e Milagres de Cristo
A Bíblia Responde - Capítulo nº 04 -  Vida, Parábolas e Milagres de Cristo
1. Para que fim veio Cristo ao mundo?

"Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal." I Tim. 1:15.

2. Que constrangeu Deus a dar Seu Filho para morrer pelo homem?

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigénito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna." S. João 3:16. Ver I S. João 4:9 e 10; Rom. 5:8.

3. Que disse o profeta que Cristo teria de suportar?

"Ele foi oprimido, mas não abriu a Sua boca: Como um cordeiro foi levado ao matadouro, e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, Ele não abriu a Sua boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da Sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes: pela transgressão do Meu povo foi Ele atingido." Isa. 53:7 e 8.

4. Sabia Cristo de antemão o tratamento que haveria de receber?

"E, tomando consigo os doze, disse-lhes: Eis que subimos a Jerusalém, e se cumprirá no Filho do homem tudo o que pelos profetas foi escrito; pois há de ser entregue às gentes, e escarnecido, injuriado e cuspido; e, havendo-0 açoitado, O matarão." S. Luc. 18:31-33.

5. Quão pesado foi o fardo que Lhe oprimia a alma na noite em que foi entregue?

"E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-Se e angustiar-Se muito. Então lhes disse: A Minha alma está cheia de tristeza até à morte; ficai, aqui e velai comigo." S. Mat. 26:37 e 38.

6. Que súplica de Jesus mostra que a redenção de um mundo perdido oscilava na balança naquela terrível hora?

"E, indo um pouco mais para diante, prostrou-Se sobre o Seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de Mim este cálice; todavia, não seja como Eu quero, mas como Tu queres." S. Mat. 26:39.

7. Quão grande, foi Sua agonia de alma?

"E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o Seu suor tornou- se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão." S. Luc. 22:44.

8. Que aconteceu depois de haver feito tres vezes essa notável oração?

"E, estando Ele ainda a falar, surgiu uma multidão; e um dos doze, que se chamava Judas, ia adiante dela, e chegou-se a Jesus para O beijar. E Jesus lhe disse: Judas, com um beijo trais o Filho do homem?" S. Luc. 22:47 e 48.
9. A que lugar foi Cristo levado?

"Então, prendendo-O, O levaram, e O meteram em casa do sumo sacerdote. E Pedro seguia-O de longe." S. Luc. 22:54.

10. Como O negou Pedro enquanto se achava em casa do sumo sacerdote?

"Um outro afirmava, dizendo: Também este verdadeiramente estava com Ele, pois também é galileu. E Pedro disse: Homem, não sei o que dizes. E logo, estando ele ainda a falar, cantou o galo. E, virando-Se o Senhor, olhou para Pedro." S. Luc. 22:59-61.

11. A que insultos foi Cristo submetido em casa do sumo sacerdote?

"E os homens que detinham Jesus zombavam d’Ele, ferindo-0. E, vendando-Lhe os olhos, feriram-nO no rosto, e perguntavam-Lhe, dizendo: Profetiza, quem é que Te feriu?" S. Luc. 22:63 e 64.

12. Aonde foi Jesus levado em seguida?

"E logo que foi dia ajuntaram-se os anciãos do povo, e os principais dos sacerdotes e os escribas, e O conduziram ao seu concílio." S. Luc. 22:66.

13. Que confirmação conseguiram eles da parte de Jesus como causa para O condenarem?

"E disseram todos: Logo, és Tu o Filho de Deus? E Ele lhes disse: Vós dizeis que Eu sou. Então disseram: De que mais testemunho necessitamos? pois nós mesmos a ouvimos da Sua boca." S. Luc. 22: 70 e 71.

14. Qual foi o passo seguinte em seu plano de conseguir que a autoridade legal levasse a cabo o plano ilegal deles?

"E, levantando-se toda a multidão deles, O levaram a Pilatos." S. Luc. 23:1.

15. Querendo Pilatos soltar a Jesus, de que maneira argumentaram eles?

"Mas eles insistiam cada vez mais, dizendo: Alvoroça o povo ensinando por toda a Judeia, começando desde a Galileia." S. Luc. 23:5.

Esta tem sido sempre uma das acusações favoritas dos inimigos da verdade, contra a obra dos verdadeiros reformadores. Os romanos tinham por essa época uma lei que proibia o ensino de qualquer nova religião "pela qual a mente dos homens fosse perturbada."

16. Que fez Pilatos quando ouviu que Cristo era da Galileia?

"E, sabendo que era da jurisdição de Herodes, remeteu-O a Herodes, que também naqueles dias estava em Jerusalém." S. Luc. 23:7.

17. Quem compareceu para acusar a Cristo perante Herodes?

"E estavam os principais dos sacerdotes e os escribas, acusando-O com grande veemência." S. Luc. 23:10.

18. A que indignidade submeteu Herodes o Salvador?

"E Herodes, com os seus soldados, desprezou-O, e, escarnecendo d’Ele, vestiu-O de uma roupa resplandecente e tornou a enviá-Lo a Pilatos." S. Luc. 23:11.

19. Tendo Cristo novamente diante de si, que propôs Pilatos?

"Não acho n’Ele culpa alguma de morte. Castigá-Lo-ei, pois, e soltá- Lo-ei." S. Luc. 23:22.

20. Em lugar de consentir que fosse solto, que exigiram então os acusadores de Cristo?

"Mas eles instavam com grandes gritos, pedindo que fosse crucificado. E os seus gritos, e os dos principais dos sacerdotes, redobravam." S. Luc. 23:23.

21. Embora Pilatos houvesse declarado que cria na inocência de Cristo, que cruel castigo ainda Lhe infligiu?

"Pilatos pois tomou então a Jesus e O açoitou." S. João 19:1.

22. Que vergonhoso tratamento recebeu Jesus dos soldados?

"E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-Lha na cabeça, e em Sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante d’Ele, O escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos Judeus. E, cuspindo n’Ele, tiraram-Lhe a cana, e batiam-Lhe com ela na cabeça." S. Mat. 27:29 e 30.

23. Que bebida foi oferecida a Crista quando chegou ao lugar da crucifixão, com o intuito de O entorpecer?

"Deram-Lhe a beber vinho misturado com fel; mas Ele, provando- o, não quis beber." S. Mat. 27:34.

24. Em que oração manifestou Jesus o verdadeiro espírito do evangelho — o amor pelos pecadores?

"E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem." S. Luc. 23:34.

25. Com que palavras zombavam de Jesus os principais dos sacerdotes e outros, enquanto Ele Se achava na cruz?

"E da mesma maneira também os príncipes dos sacerdotes, com os escribas, e os anciãos, e fariseus, escarnecendo, diziam: Salvou os outros, e a Si mesmo não pode salvar-Se. Se é Rei de Israel, desça agora da cruz, e creremos n’Ele." S. Mat. 27:41 p 42.

Em sua cegueira, eles não viam que Cristo não podia salvar a outros, e ainda salvar-Se a Si mesmo.

26. Que Lhe foi dado ao clamar Ele na cruz, em agonia: "Tenho sede"?

"E logo um deles, correndo, tomou uma esponja, e embebeu-a em vinagre, e, pondo-a numa cana, dava-Lhe de beber." S. Mat. 27:48. Ver S. João 19:28 e 29.

27. Que encerrou essa terrível cena?

"E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o Espírito." S. João 19:30.

28. Por meio de que milagre, e fenómeno da Natureza, indicou Deus o caráter do ato que estava sendo praticado?

"E era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até a hora nona, escurecendo-se o Sol; e rasgou-se ao meio o véu do templo." S. Luc. 23:44 e 45.


29. Que propósito divino foi levado a cabo com os sofrimentos de Jesus?

"Porque convinha que Aquele para quem são todas as coisas, e mediante quem tudo existe, trazendo muitos filhos à glória, consagrasse pela aflição o Príncipe da salvação deles." Heb. 2:10.

30. Por quem sofreu Cristo todas essas coisas?

"Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniquidades: O castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados." Isa. 53:5.

31. Quanto foi incluído no dom de Cristo para a salvação do homem?

"Aquele que nem mesmo a Seu próprio Filho poupou, antes O entregou por todos nós, como nos não dará também com Ele todas as coisas" Rom. 8:32.  
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal