Sobriedade - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Sobriedade

A Bíblia Responde > XII – Crescimento e Experiência Cristãs
A Bíblia Responde - Capítulo nº 12 - Crescimento e Experiência Cristãs

1. Até que ponto provou Salomão os prazeres deste mundo?

"E tudo quanto desejaram os meus olhos não lho neguei, nem privei o meu coração de alegria alguma." "Disse eu no meu coração: Ora vem, eu te provarei com alegria; portanto goza o prazer." Ecl. 2:10.

2. Quanto verdadeiro regozija proporcionou esse procedimento?

"Eis que tudo era vaidade e aflição de espírito." Ecl. 2:11.

3. De que pede Salomão à mocidade, na infância da vida, para lembrar-se?

"Alegra-te, mancebo, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo." Ecl. 11:9.

4. Como nos ensina a graça de Deus que devemos viver?

"Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundana, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente." Tito 2:11 e 12.

5. Que classes de pessoas são admoestadas a ser sóbrias?

Os velhos que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, na caridade [amor] e na paciência. As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, ... para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes. ... Exorta semelhantemente os mancebos a que sejam moderados." Tito 2:2-6.

Essas quatro classes incluem a todos. Todos devem ser sóbrios.

6. Que conselho semelhante é dado na epístola aos Romanos?

"Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja." Rom. 13:13.

7. Que testemunho dá o apóstolo S. Pedro nesse sentido?

"Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo." I S. Ped. 1:13.

8. Por que devem ser evitadas as parvoíces e chocarrices?

"Nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm." Efés. 5:4.

Condescender com essas coisas não convém ao cristão. A vida com todas as suas responsabilidades e grandes princípios em jogo, é assunto sério demais para ser entretido em tais vaidades.

9. Que é dito ser o pensamento do tolo ?

"O pensamento do tolo é pecado." Prov. 24:9.

Leviandade, loucura, o falatório vão e impensado, põem-nos fora de nossa guarda e abrem o caminho para a tentação e o pecado. A fim de evitarmos o pecado, precisamos ser sóbrios e estar constantemente vigilantes.

10. Por que são especialmente necessárias a sobriedade e a vigilância?

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar." I S. Ped. 5:8.

11. Que outro motivo nos deve levar à sobriedade e à vigilância?

"E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração." I S. Ped. 4:7.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal