Qual é o Maior? - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Qual é o Maior?

A Bíblia Responde > XIV – Serviço Cristão
A Bíblia Responde - Capítulo nº 14 - Serviço Cristão
1. Que disse Cristo aos discípulos na última páscoa?

“E disse-lhes: Desejei muito comer convosco esta páscoa, antes que padeça; porque vos digo que não a comerei mais até que ela se cumpra no reino de Deus.” S. Luc. 22:15 e 16.

2. Em torno de que houve desinteligência entre os discípulos?

“E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior.” S. Luc. 22:24.

3. Como reprovou Cristo esse espírito?

“E Ele lhes disse: Os reis dos gentios dominam sobre eles, e os que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores. Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve.” S. Luc. 22:25 e 26. Ver S. Mar. 10:42-45.

4. Que disse o Salvador quanto a Si próprio?

“Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve.” S. Luc. 22:27.

5. Não obstante ser Senhor e Mestre deles, que exemplo deu Cristo de humildade e prontidão no serviço?

“Levantou-Se da ceia, tirou os vestidos,   e, tomando uma toalha, cingiu-Se. Depois deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha        com que estava cingido.” S. João 13:4 e 5.

6. Qual era antigamente o costume quanto à lavagem dos pés?

“Traga-se agora uma pouca da água, e lavai os vossos pés.” “E disse: Eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos, em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os vossos pés.” “Depois levou o varão aqueles varões à casa de José, e deu-lhes água, e lavaram os seus pés.” Gén. 18:4; 19:2; 43:24. Ver também Juízes 19:21; II Sam. 11:8.

7. Como reprovou Cristo a Simão por julgar mal de haver Ele permitido que uma pecadora Lhe lavasse os pés? 

“E, voltando-Se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não Me deste água para os pós; mas esta regou-Me os pés com lágrimas, e Mos enxugou com os seus cabelos.” S. Luc. 7:44.

Do texto que acabamos de citar, depreende-se que não era costume habitual no tempo de Cristo os hóspedes lavarem os próprios pés.

“Como as sandálias não protegessem contra o pó e o calor do clima oriental, lavar os pés ao entrar numa casa era um ato tanto de respeito para com os circunstantes, como de refrigério para o viajante.” — Complete Dictionary of the Biblc, de Smith e Bar- num, no artigo Lavar as Mãos e os Pés.

Em uma festa, era costume oriental que os servos ou escravos lavassem os pés aos hóspedes. Ver I Sam. 25:40 e 41. Não era hábito, entretanto, que um igual lavasse os pés a outro igual, e muito menos que os superiores lavassem os pés aos inferiores. Mas foi isto mesmo que Cristo fez quando lavou os pés aos discípulos, e instituiu a ordenança do lava-pés. Nisto jaz a lição da humildade e da boa vontade em servir que Ele visava ensinar.

8. Que pergunta fez Pedro ao aproximar-Se Jesus para lhe lavar os pés?

“Aproximou-Se pois de Simão Pedro, que Lhe disse: Senhor, Tu lavas-me os pés a mim.” S. João 13:6.

9. Que resposta deu Jesus?

“Respondeu Jesus, e disse-lhe: O que Eu faço, não o sabes tu agora, mas tu o saberás depois.” S. João 13:7.

10. Como se sentiu o apóstolo Pedro ao pensamento de Cristo lhe lavar os pés?

“Disse-Lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés.” S. João 13:8.

11. Qual foi a réplica do Mestre a Pedro?

“Respondeu-lhe Jesus: Se Eu te não lavar, não tens parte comigo.” S. João 13:8.

Esta ordenança é símbolo de uma mais elevada purificação — a purificação do coração, da mancha do pecado. É uma repreensão a todo egoísmo e busca de posição e preeminência entre os professos seguidores de Cristo, e um testemunho ao fato de que, diante de Deus, a verdadeira humildade e serviço voluntário é que constituem a real grandeza. 

12. Ao saber que a união com Cristo disto dependia, que fez Pedro?

“Disse-Lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.” S. João 13:9. Ver o verso 10.

13. Que disse Cristo, depois de lhes haver lavado os pés?

“Eu D os dei o exemplo, para que, como Eu vos fiz, façais vós também.” S. João 13:15.

14. Que disse Ele quanto a lavarem eles os pés uns aos outros?

“Vós Me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque Eu o sou. Ora, se Eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.” S. João 13:13 e 14.

15. Que seriam eles, disse Jesus, se obedecessem a Suas instruções?

“Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” S. João 13:17.

16. Como considera Cristo um ato praticado para com o mais humilde de Seus discípulos?

, “Quando o fizestes a um destes Meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes.” S. Mat. 25:40.

A grande lição visada pela instituição desta cerimónia era, evidentemente, humildade capaz de mover ao serviço voluntário em benefício de outrem. A cerimónia, em si mesma, tem sido praticada por muitos dos mais piedosos seguidores de Cristo durante a era cristã, sendo ainda observada por alguns. Kito, em sua Cyclopedia of Biblical Literature, diz que ela se tornou “parte das observâncias da primitiva igreja cristã,” e que “na história eclesiástica abundam traços desse costume.” Os valdenses conservavam-na como ordenança da igreja (ver sua Confession of Faith, pág. 12) ; e segundo a Cyclopedia of Biblical Literature (Vol. 3, pág. 616), “a igreja inglesa seguia a letra do mandamento.” É uma grande prova de caráter, e sua observância tende a unir os corações em amizade e amor cristãos.
Voltar para o conteúdo