Os Pobres e o Nosso Dever para com Eles - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Os Pobres e o Nosso Dever para com Eles

A Bíblia Responde > XIV – Serviço Cristão
A Bíblia Responde - Capítulo nº 14 - Serviço Cristão

1. Qual a atitude de Deus para com os pobres?

"Ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude." Sal. 72:12.

2. Para que fim, disse Cristo, O havia Deus ungido?

"O Espírito do Senhor é sobre Mim, pois que Me ungiu para evangelizar os pobres." S. Luc. 4:18.

3. Quando, disse Ele, podemos fazer bem aos pobres?

"Podeis fazer-lhes bem quando quiserdes." S. Mar. 14:7.

4. Que diz S. Paulo quanto a nosso dever para com os pobres?

"Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber." Atos 20:35.

5. Que promessas são feitas aos que atentam para os pobres?

"Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o Senhor o livrará no dia do mal. O Senhor o livrará, e o conservará em vida; será abençoado na Terra, e Tu não o entregarás à vontade de seus inimigos. O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; Tu renovas a sua cama na doença." Sal. 41 :l-3.

6. Como considera o Senhor a bondade manifestada para com o pobre?

"Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, e Ele lhe pagará o seu benefício." Prov. 19:17. "Porque Deus não é injusto para Se esquecer da vossa obra, e do trabalho da caridade que para com o Seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis." Heb. 6:10.

7. Que sorte aguarda os que fazem ouvidos moucos para com os pobres?

"O que tapa o seu ouvido ao clamor do pobre também clamará e não será ouvido." Prov. 21:13.

8. Que classes, somos especialmente recomendados a ajudar?

"Aprendei a fazer o bem; praticai o que é reto; ajudai o oprimido: fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas." Isa. 1:17.

9. Em que consiste a religião pura e imaculada?

"A religião pura e imaculada para com Deus o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo." S. Tia. 1:27.

10. Que espécie de jejum é mais aceitável a Deus?

"Não é este o jejum que escolhi? ... que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desterrados? e vendo o nu o cubras, e não te escondas da tua carne!"' Isa. 58:6 e 7.

11. Que é prometido aos que fazem esta obra?

"Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e Ele te dirá: Eis-Me aqui: ... E se abrires a tua alma ao faminto, e fartares a alma aflita: então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia. E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares secos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam." Isa. 58:9-11.

12. Como tratava os pobres o patriarca Jó?

"Dos necessitados era pai e as causas de que eu não tinha conhecimento inquiria com diligência." Jó 29:16.

13. Que mandou Cristo ao* jovem rico?

"Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no Céu; e vem, e segue-Me." S. Mat. 19:21.

De S. Mat. 25:31-45, aprendemos que Cristo Se identifica com a necessitada e sofredora humanidade; e que qualquer negligência para com a mesma, considera como sendo manifestada para com Ele próprio.

Dar

Toda pessoa que te busca o faz para pedir-te alguma coisa; o rico aborrecido, a amenidade de tua conversação; o pobre, teu dinheiro; o triste, um consolo; o fraco, um estímulo; o que luta, uma ajuda moral. Toda pessoa que te busca, certamente irá pedir-te algo.

E tu ousas impacientar-te! E tu ousas pensar: "Que importunação!" Infeliz! A lei escondida, que reparte misteriosamente as excelências, tem-se dignado a outorgar-te o privilégio, o bem dos bens, a prerrogativa das prerrogativas: dar! Tu podes dar!

Tantas quantas horas tem o dia, tu dás, ainda que seja um sorriso, ainda que seja um aperto de mão, ainda que seja uma palavra de alento! Tantas quantas horas tem o dia, tu te pareces com Ele, o qual não é senão uma doação perpétua, difusão perpétua e dádiva perpétua.

Devias cair de joelhos diante do Pai e dizer-Lhe:

"Graças porque posso dar, Pai meu! Nunca mais passará por meu semblante a sombra de uma impaciência!" — Amado Nervo.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal