O chamado de Jesus Cristo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ser Cristão, é ser Discípulo do Cristo.
Ir para o conteúdo

O chamado de Jesus Cristo

Reflexões Cristãs
Reflexões Cristãs
Clash, clash, clash. Alguém caminha pela praia, à luz do amanhecer. Dois homens estão em pé, na água pouco profunda que se move suavemente, enquanto lançam as redes ao lago para depois as arrastarem para a margem.

Clash, clash, clash. Os passos aproximam-se. Páram. E então os dois pescadores ouvem uma voz: «Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens».

Imediatamente — diz a Escritura — deixaram as redes e O seguiram. Porquê? Que magnetismo, que carisma fluía da pessoa de Jesus, que atracção era essa, suficientemente forte para induzir esses pescadores a abandonarem as suas redes e a unir-se-Lhe na Sua missão? Primeiro foram André e Pedro, homem já idoso e dono de uma pequena empresa de pesca; depois, mais à frente na praia, foram o jovem João e o seu irmão Tiago, que deixaram tudo imediatamente.

A pesca no mar da Galileia era um trabalho duro, mas oferecia segurança. As pessoas tinham que comer; e as águas do lago proporcionavam uma fonte importante de alimentos para a população. Pedro, André, Tiago e João abandonaram o único trabalho que conheciam, e fizeram-no sem demora.

Para quê?

Mas as pessoas continuam a fazer o mesmo hoje: abandonam as suas redes, para seguirem Jesus. «Aproxima-Se de nós como um Desconhecido, sem nome, tal como na antiguidade, junto ao lago, quando se aproximou desses homens que não O reconheceram. Dirige-nos as mesmas palavras: ‘Segue-Me!’, e confia-nos a tarefa que Ele quer que se leve a cabo no nosso tempo. Dá a ordem. Os que obedecerem, quer sejam cultos ou não, receberão a revelação da Sua presença nos trabalhos, nos conflitos e sofrimentos por que tenham de passar, ao estarem em comunhão com Ele. E como um mistério inefável, aprenderão, pela experiência pessoal, quem é Ele» (The Quest ofthe Historícal Jesus, «Em Busca do Jesus Histórico’, p. 403).

Schweitzer deveria estar incluído na lista das dez personagens mais importantes do século vinte. Doutor em teologia, em música e em medicina, famoso tanto pela sua interpretação do Jesus do novo Testamento como da música de Bach, abandonou as comodidades da Europa para viver como médico missionário em Lambarené, no Gabão, Africa. Apesar das inundações, das pestes e da falta de ajudantes bem preparados, construiu um hospital equipado para prestar cuidados a milhares de nativos, incluindo trezentos leprosos. Em 1952 recebeu o prémio Nobel da paz.

Clash, clash, clash. Alguém se aproxima da praia das nossas vidas. É Jesus de Nazaré. Ele detém-Se. E ouvimos a Sua voz: «Venham, sigam-Me, e vos farei pescadores de homens”.
Voltar para o conteúdo