O Apocalipse Comentado Verso a Verso - Prefácio - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Apocalipse Comentado Verso a Verso - Prefácio

Biblioteca > Livros > Jeferson Quimelli > Livro
Prefácio
 
A importância e urgência da leitura da Bíblia “Poucas pessoas estariam dispostas a pagar o preço total pelo jornal de ontem. Ao contrário de algumas coisas, as notícias não se valorizam com o passar do tempo. A Palavra de Deus é diferente. A cada dia que passa, sua mensagem torna-se mais importante. À medida que o mundo se aproxima do ponto final, a necessidade de ler as Escrituras torna-se mais urgente. Como não sabemos o dia e a hora em que daremos o último suspiro, é importante que compreendamos o que está à nossa frente, e como podemos preparar-nos melhor para a eternidade.” LES892, p. 70
 
O propósito e a importância do Apocalipse “A mensagem do livro do Apocalipse foi dada por Deus para habilitar-nos a nos prepararmos para a Segunda Vinda de Jesus. O propósito de Cristo ao transmitir a mensagem era avivar e fortalecer a esperança em Sua breve volta, e inspirar confiança espiritual nEle como meio de preparação para o Advento. Aos que lêem e ouvem a mensagem profética e vivem em harmonia com ela, é assegurada a bênção divina reservada aos fiéis no fim do tempo.” LES892, p. 4.
 
Nova experiência religiosa - “Quado os livros de Daniel e Apocalipse forem bem compreendidos, terão os crentes uma experiência religiosa inteiramente diferente. Ser-lhes-ão dados tais vislumbres das portas abertas do Céu que o coração e a mente se impressionarão com o caráter que todos devem desenvolver a fim de alcançar a bem-aventurança que deve ser a recompensa dos puros de coração.” – Testemunhos Para Ministros, p. 114, citado em LES893, p. 3.
 
“As solenes mensagens que foram dadas, em sua ordem, no Apocalipse, devem ocupar o primeiro lugar no espírito do povo de Deus. Não devemos deixar que qualquer outra coisa nos domine a atenção.” – Testemunhos Seletos, vol.3, p. 278, citado em LES892, p. 3..
 
“Quando nós, como um povo, compreendermos o que este livro para nós significa, ver-se-á entre nós grande reavivamento. Não compreendemos plenamente as lições que ele ensina, não obstante a ordem que nos é dada de examiná-lo e estudá-lo.” – Testemunhos Para Ministros, p. 113, citado em LES892, p. 3.
 
O Apocalipse: livro aberto - “O livro do Apocalipse deve ser aberto perante o público. A muitos lhes foi ensinado que é um livro selado; mas está selado unicamente para quem rejeita a luz e a verdade. A verdade que contém deve ser proclamada, a fim de que as pessoas tenham uma oportunidade de preparar-se para os acontecimentos que logo ocorrerão. A mensagem do terceiro anjo deve ser apresentada como a única esperança de salvação de um mundo que perece.” – Evangelismo, p. 195 e 196, citado em LES893, p. 184.

 
“...Uma advertência para todos. O objetivo de nosso estudo não é condenar ou difamar alguma pessoa ou organização religiosa. O propósito é chamar a atenção de todos para a importância de descobrir a verdade, e de submeter-se ao Senhor. Precisamos estar certos de que os nossos nomes se encontram no ‘livro da vida’. Nossa fé tem de ser suficientemente forte para evitarmos a blasfêmia contra Deus e o sistema de tirania que logo encherá a Terra.
 
“Quem é o verdadeiro inimigo? Fomos advertidos: ‘O diabo desceu até vós, cheio de grande cólera, sabendo que pouco tempo lhe resta.’ Apoc. 12:12.” – LES893, p. 30.
 
A questão central do Apocalipse – “A verdadeira questão é a quem prestaremos obediência e culto. ... Na realidade, não há terreno neutro. Precisamos colocar-nos de um lado, ou do outro. (ver O Grande Conflito, págs. 610 e 611.)” – LES893, p. 102.
 
Esta é a época de estudarmos e entendermos o Apocalipse - “Esta é a época na qual se cumprirão suas [de Cristo] mais importantes profecias. A profecia, do ponto de vista humano, é uma olhada no futuro. Do ponto de vista divino, é abrir uma janela para que o ser humano veja o que, de outra forma, lhe estaria completamente encoberto. O Apocalipse não só revela e observa o futuro. Também torna visível o tempo do fim...
 
“O caminho de suas revelações é o guia da vida e da salvação. Como não entrar nele? Resistir seria uma loucura. ...Chegou o tempo de retomar o caminho da vida. É necessário retomá-lo através da pessoa dAquele que disse: ‘Eu sou o caminho, a verdade e vida.’” – Mário Veloso, em SRA/EP, p. 7.
 
O Evangelho do Apocalipse - “Você já ouviu falar do Evangelho do Apocalipse? Embora não haja nenhum livro com esse nome, existe esta realidade.
 
“Evangelho significa Boas Novas, as quais se aplicam à proclamação de boas notícias salvadoras da parte de Deus. Pois bem, o Apocalipse nos revela toda a beleza do amor de Deus ao salvar o pecador. Assim como os três [primeiros] capítulos da Bíblia nos relatam como entrou o pecado no mundo, os últimos três capítulos do Livro Sagrado (Apocalipse 20-22) nos anunciam como o pecado será desarraigado deste planeta em rebelião. Todo o resto da Santa Escritura nos revela a maneira de lidar com esta tragédia horrível. ...
 
“As consequências do pecado não são apenas perigosas, são trágicas. O pecado nos separa de Deus (Isaías 59:1,2), e descarrega sobre o ser humano a fatídica condenação de morte (Romanos 6:23) e a destituição da glória de Deus (Romanos 3:23). Em outras palavras: o pecado está irremediavelmente perdido...
 
“Todo o que se salvar, será salvo por Jesus (São João 14:6). Não houve um plano de redenção para o Antigo Testamento, pois o sacrifício que Jesus faria já estava disponível desde o princípio do mundo. E São Pedro declara que já estava destinado desde antes da fundação do mundo (I São Pedro 1:18-20).” – SRA/EP, p. 29 e 30.
 
O Apocalipse e o medo – “Certa mulher sonhou que tinha um tumor canceroso. A doença se alastrou rapidamente por todo o corpo. Ela sentiu-se completamente desamparada e foi dominada pelo pavor e desespero.
 
Muitos ... sentem-se dessa maneira ao pensarem em sua condição espiritual e na de seus familiares. Se não for devidamente compreendida, a lição [sobre a visão dos quatro anjos] ... poderá causar desespero, pois chama a atenção para os terrores que estão reservados para os ímpios nos últimos dias. Conquanto não se considerem ímpios, muitos [cristãos] ...não têm a certeza da salvação. Tendem a duvidar de que devam incluir-se entre os fiéis de Deus.
 
“A visão dos quatro anjos nos quatro cantos da terra destinava-se a avivar a esperança do povo de Deus e trazer-lhes encorajamento ao se prepararem para a grande tribulação. Nesse preparo, convém fazer uma avaliação de nossas prioridades espirituais e decidir se precisam ser feitas algumas modificações. Ainda não é tarde demais para mudar. Por mais desesperada que pareça ser a nossa condição, a graça de Deus é suficiente.Sua sabedoria e poder são ilimitados. Ele deseja conduzir-nos em segurança através das provações que se acham à nossa frente.” – LES892, p. 96 e 97.
O significado das abreviaturas das quatro obras básicas consultadas é mostrado na bibliografia, último capítulo desta obra.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal