Nascimento, Infância e Primeiros Anos da Vida de Cristo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Nascimento, Infância e Primeiros Anos da Vida de Cristo

A Bíblia Responde > IV – Vida, Parábolas e Milagres de Cristo
A Bíblia Responde - Capítulo nº 04 -  Vida, Parábolas e Milagres de Cristo

1. Em que promessa foi pela primeira vez revelado o Salvador?

"Então o Senhor disse à serpente: ... E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente: esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar." Gên. 3:14 e 15.


2. Por meio de quem foi prometida a Abraão uma restauração do perdido domínio?

"... te hei de dar a ti, e à tua Semente, para sempre." Gên. 13:15.

3. Quem era essa semente prometida?

"Não diz às posteridades, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua posteridade, que é Cristo." Gál. 3:16.

4. Onde devia Cristo nascer?

"Perguntou-lhes [Herodes] onde havia de nascer o Cristo. E eles lhe disseram: Em Belém da Judeia," S. Mat. 2:4-6. Ver Miq. 5:2.

5. De quem devia Cristo nascer?

"Eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um Filho, e será o Seu nome Emanuel." Isa. 7:14. Emanuel quer dizer "Deus connosco." Ver S. Mat. 1:23.

6. Antes de Seu nascimento, que disse o anjo a José quanto ao nome da Criança?

"E darás à luz um Filho, e chamarás o Seu nome Jesus, porque Ele salvará o Seu povo dos seus pecados." S. Mat. 1:21.

7. Por ocasião de Seu nascimento, que mensagem, trouxeram os anjos aos pastores que se achavam no campo?

"E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor." S. Luc. 2:10 e 11.

8. Em que cântico de louvor tomou parte uma hoste de anjos?

"E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus
nas alturas, paz na Terra, boa vontade para com os homens." S. Luc. 2:13 e 14.

9. Que profecia de Isaías foi cumprida por ocasião do nascimento de Cristo?

"Porque um Menino nos nasceu, um Filho se nos deu; e o principado está sobre os Seus ombros." Isa. 9:6.

10. Que nome, disse o profeta, seria o Seu?

"E o Seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz. Do incremento deste principado e da paz não haverá fim." Isa. 9:6 e 7.

11. Que disse o devoto Simeão ao ver a Criança?

"E quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com Ele procederem segundo o uso da lei, ele então O tomou nos braços, e louvou a Deus, e disse: Agora, Senhor, despedes em paz o Teu servo, segundo a Tua Palavra; pois já os meus olhos viram a Tua salvação, a qual Tu preparaste perante a face de todos os povos; Luz para alumiar as nações, e para glória do Teu povo Israel." S. Luc. 2:27-32.

12. De que maneira se exprimiu a velha profetisa Ana, ao ver Jesus ?

"E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava d’Ele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém." S. Luc. 2:38.

13. Que fizeram os magos do Oriente, quando encontraram Jesus?

"E, entrando na casa, acharam o Menino com Maria Sua mãe, e prostrando-se, O adoraram; e, abrindo os seus tesouros, Lhe ofereceram dádivas: ouro, incenso e mirra." S. Mat. 2:11.

14. Como foi Jesus morar um tempo no Egito?

"E, tendo-se eles retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o Menino e Sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o Menino para O matar." S. Mat. 2:13.

15. De que maneira descreve o revelador esse satânico desejo de matar a Cristo?

"E o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho." Apoc. 12:4.

16. Por que maneira procurou Herodes matar a Cristo?

"Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou- se muito, e mandou matar todos os meninos que haviam em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo." S. Mat. 2:16.?

17. Depois da morte de Herodes, para onde foi José com a família?

"E chegou, e habitou numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Éle será chamado Nazareno." S. Mat. 2:23.

18. Que é dito da infância e dos princípios da vida de Jesus?

"E o Menino crescia, e Se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre Ele. ... E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito." S. Luc. 2:40-51.

19. Como aconteceu que José e Maria perderam Jesus, ao voltar de uma festa em Jerusalém, quando Ele tinha doze anos?

"Pensando, porém, eles que viria de companhia pelo caminho, andaram caminho de um dia, e procuravam-no entre os parentes e conhecidos; e, como O não encontrassem, voltaram a Jerusalém em busca d’Ele." S. Luc. 2:44 e 45.

É assim que muitos perdem a Jesus hoje em dia. Julgam que Ele Se acha no grupo em cuja companhia estão, mas não cuidam em ver se Ele está com eles pessoalmente. Por descuido não é preciso senão um dia para O perder; uma vez perdido, porém, leva às vezes dias de aflitiva busca, como aconteceu a José e Maria, para encontrá-Lo outra vez.

20. Que fazia Jesus quando eles O tornaram a achar?

"E aconteceu que, passados três dias, O acharam no templo, assen¬tado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os." S. Luc. 2:46.

21. Que impressão, causavam Suas perguntas e respostas nos que O ouviam?

"E todos os que O ouviam admiravam a Sua inteligência e respostas." S. Luc. 2:47.

22. Com que palavras concluem as Escrituras o registo dos primeiros anos da vida de Cristo?

"E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens." S. Luc. 2:52.

Os primeiros anos da vida de Cristo são um modelo para todas as crianças e jovens. Foi assinalada pelo respeito e amor para com Sua mãe. Era obediente a Seus pais, e bondoso para com todos. Aborrecia o pecado, e fazia ouvidos surdos a toda tentação. Procurava entender a razão das coisas, e assim crescia em conhecimento e sabedoria. Era cheio de simpatia e brando de coração, e sempre pronto a acudir ao oprimido, aflito e sofredor. Se amamos a Cristo, gostaremos de falar a Seu respeito; nossos mais ternos pensamentos serão em torno d’Ele; e, contemplando-O, seremos transformados à Sua imagem. Ver a Nota à página 89.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal