Espiritismo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Espiritismo

A Bíblia Responde > XI – Vida Unicamente em Cristo
A Bíblia Responde - Capítulo nº 11 - Vida Unicamente em Cristo

1. Como é definido o espiritismo, também chamado espiritualismo?

"Doutrina cujos partidários pretendem comunicar se com os espíritos dos mortos, por um intermediário, a que dão o nome de médium." — Dicionário Contemporâneo, de Aulette.

"A crença daqueles que pensam que se estabelecem ocasionalmente comunicações entre os vivos e os mortos que sobrevivem em algum outro modo de existência.".— Enciclopédia e Dicionário Internacional, W. M. Jackson.

"A verdade primordial do espiritismo consiste na faculdade e possibilidade de o espírito voltar, sob certas condições, e comunicar-se com os que estão na matéria." — N. F. Rawlin, pregador espírita, da Califórnia.

2. Existia esta doutrina nos tempos antigos ?

"Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles: Eu sou o Senhor vosso Deus." Lev. 19:31.

"0 aspecto fenomenal do espiritismo moderno, reproduz todos os princípios essenciais da mágica, feitiçaria e sortilégios do passado. Os mesmos poderes estão envolvidos, operam os mesmos seres." — F. F. Morse, em Practical Occultism, pág. 85.

3. Como considera Deus os feiticeiros?

"E chegar-me-ei a vós para juízo, e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros." Mal. 3:5.

4. Que diz Ele dos ensinos dos agoureiros e encantadores?

"E não deis ouvidos aos ... vossos agoureiros, e aos vossos encantadores, ... porque mentiras vos profetizam, para vos mandarem para longe de vossa terra." Jer. 27:9 e 10.

O Rev. F. B. Meyer, da Inglaterra, faz a seguinte advertência contra a sedução do espiritismo: "Conheci várias famílias que foram levadas à desgraça por haverem recorrido a clarividentes e médiuns. Há graves perigos nessas coisas; e quando os poderes ocultos são usados para fins egoístas, é possível que homens e mulheres sejam tomados de espíritos maus, como no caso da moça de Pilipos. O povo é louco ao brincar com os rebotalhos do mundo espírita." -C Present Truth, de 7 de setembro de 1911.

"Estou certíssimo de que todo o movimento chamado espiritismo moderno acha-se nas mãos e sob a direção do pai dos espíritos maus; ou seja, é inteiramente e sem qualquer dúvida, diabólica." — Dr. C. Williams, de Londres, Inglaterra.

5. Antes da entrada dos israelitas em Canaã, que instruções deu Moisés no tocante a essas coisas?

"Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme às abominações daquelas nações. Entre ti se não achará quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador de encantamentos, nem quem consulte um espírito adivinhante, nem mági¬co, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus as lança fora de diante d’Ele. Perfeito serás como o Senhor teu Deus." Deut. 18:9-13.

Quem quer que consulte médiuns ou com eles se envolva, ou quem quer que professe receber instrução ou comunicações dos espíritos de mortos, desobedece a esta clara instrução, colocando-se em terreno inimigo. Desde que Satanás proferiu a primeira mentira no Éden, ao negar que a morte seria o resultado do pecado, em face da própria morte, ele, agindo por meio do temor natural do homem à morte, e pela sua aflição ante o pensamento de estar separado de seus queridos, tem buscado persuadir a humanidade a crer que os mortos não estão mortos, e que os seres humanos não morrem. A idolatria, o paganismo, o espiritismo, o ocultismo, e toda sorte de falsos "ismos" dessa espécie, notar-se-á, têm em grande medida que ver com a morte. Isto, em si mesmo, indica a sua origem, e deveria constituir uma advertência a todos para que os abandonem — nunca com eles se intrometam. São debaixo e não de cima. Não importa quão promissores ou agradáveis possam ser a princípio, são prejudiciais e destrutivos em sua tendência, e afinal levam ao afastamento de Deus, à descrença de Sua Palavra e ao pecado.

Num sermão sobre "a Impostura do Espiritismo," o Rev. T. DeWitt Talmage, disse: "O espiritismo aproveita-se dos que estão fracos e mórbidos pela angústia. Perdemos um amigo. Nossa casa está em trevas, o mundo está em trevas, o futuro parece sombrio. Se, em nossa rebelião e fraqueza, tivéssemos a faculdade de comandar uma força e reaver nosso querido, certamente o faríamos. Quando estamos exaustos e vencidos pelo acabrunhamento e esgotamento — completamente abatidos, de corpo, alma e espírito — apresenta-se o espiritismo, e diz: 'Eis que eu abro a porta, e ouvireis vozes. Assentai-vos em torno da mesa, bem quietos.' ... Oh! odeio o espiritismo, porque se aproveita das pessoas quando estão enfraquecidas, e esgotadas, e mórbidas sob os acabrunhamentos e tristezas da vida! ... Se o espiritismo triunfasse, transformaria o mundo num pandemónio de carnalidade."

6. No regime teocrático de Israel, que lei havia, relativa aos feiticeiros e aos tinham espírito adivinho?

"A feiticeira não deixarás viver." Êxo. 22:18. "Quando pois algum homem ou mulher em si tiver um espírito adivinho, ou for encantador, certamente morrerão." Lev. 20:27.

Isto mostra quão perigosa e mortífera é aos olhos de Deus qualquer coisa dessa espécie.

7. Com que é por S. Paulo classificada a feitiçaria, e que diz ele dos que são culpados dessas coisas?

"Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias ... como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus." Gál. 5:20-23.

8. Que deverá fazer alguém se for convidado a consultar um espírito adivinho?

"Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram entre dentes: — não recorrerá um povo ao seu Deus? a favor dos vivos interrogar-se-ão os mortos? Isa. 8:19.

Dando o sentido deste passo, diz o Dr. Adam Clarke: "Não recorreria uma nação ao seu Deus? Por que se interrogariam os mortos no que concerne aos vivos?" Mas isso é exatamente o que o espiritismo manda os homens fazerem — interrogar os mortos naquilo que concerne aos vivos.

9. Que instrução dá a esse respeito o apóstolo João?

"Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus." I S. João 4:1.

10. De que modo os devemos provar?

"Â lei e ao testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva [é porque não têm iluminação]." (Versão trinitária.) Isa. 8:20.

11. Devemos deixar-nos influenciar por sinais ou maravilhas realizados pelos que procuram desviar-nos de Deus e de Sua lei?

"Quando profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti, e te der um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio, de que te houver falado, dizendo: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los; não ouvirás as palavras daquele projeta ou sonhador de sonhos; porquanto o Senhor vosso Deus vos prova, para saber se amais  O Senhor vosso Deus com todo o vosso coração, e com toda a vossa alma. Após o Senhor vosso Deus andareis, e a Ele temereis, e os Seus mandamentos guardareis, e a Sua voz ouvireis, e a Ele servireis e a Ele vos achegareis." Deut. 13:1-4.

12. Quanto sabem os mortos do que acontece aos vivos?

"Tu, mudando o seu rosto, o despedes. Os seus filhos estão em honra, sem que ele o saiba; ou ficam minguados, sem que ele o perceba." Jó 14:20 e 21.

13. Sabem os mortos alguma coisa?

"Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma." Ecl. 9:5. "Sai-lhes o espírito [fôlego], e eles tornam-se em sua terra: naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos." Sal. 146:4.

14. Que texto da Escritura exclui a ideia de que os mortos voltam à Terra para comunicarem-se com os vivos?

"Até o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma neste século, em coisa alguma do que se faz debaixo do Sol." Ecl. 9:6.

15. Então a quem devemos atribuir os milagres realizadas por espíritos que se dizem ser nossos amigos mortos?

"Porque são espíritos de demónios, que fazem prodígios." Apoc. 16:14.

16. Qual será uma característica das apostasias dos últimos tempos?

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios." I Tim. 4:1.

"O espiritismo é uma psiconeurose, semelhante à histeria, ou próxima dela, contagiosa e de fácil difusibilidade. O aspecto religioso ou místico não lhe tira o aspecto patológico." — Prof. Austregésilo, catedrático de clínica neurológica da Fac. de Med. do Rio de Janeiro.

"O número de alienados, em que as perturbações mentais surgiram em consequência da frequência de práticas espíritas, não tem diminuído, e sim, pelo contrário, aumentado." — Prof. Henrique Roxo, catedrático de clínica psiquiatra da Fac. de Meã. do Rio de Janeiro.

"Tenho trabalhado no Hospício de Alienados durante mais de 15 anos, como interno, assistente de alienista, nas casas de saúde, numa das quais, o Sanatório de Botafogo, tenho um pavilhão a meu cargo, e na clínica privada, tenho observado muitos casos de influência maléfica de prática espírita." — Prof. Espozel, substituto da clínica psiquiátrica e neurológica da Fac. de Med. do Rio de .Janeiro.

"Eliminados estes [fenómenos fraudulentos], restam outros, em muito menor número; para alguns dos quais têm sido propostas explicações naturais, como a hipótese da telepatia, de que se aproxima a da criptestesia do Prof. Charles Richete. Mas há que assinalar um grupo bem reduzido de fenómenos que parecem escapar às interpretações de ordem natural, devidos à intervenção diabólica." — Prof. Tanner de Abreu, catedrático dc medicina legal da Fac. de Med. do Rio de Janeiro.

17. Como engana Satanás?

"E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz." II Cor. 11:14.

18. Que parte desempenham os seus agentes?

"Não é muito que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça." II Cor. 11:15.

19. Procurarão Satanás e seus agentes imitar a vinda de Cristo, e fazer sinais e prodígios para confirmar suas pretensões?

"Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." S. Mat. 24:23 e 24.

20. Qual será um dos últimos grandes sinais feitos por esse meio, para arraigar as pessoas no erro?

"E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à Terra, à vista dos homens, e enganam os que habitam na Terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na Terra, que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia." Apoc. 13:13 e 14.

21. Que texto da Escritura mostra que Satanás agirá com po¬der especial e prodígios de engano justamente antes da segunda vinda de Cristo?

"Esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem." II Tess. 2:9 e 10. Ver também Apoc. 12:12.

22. Se bem que muitos serão enganados por esses prodígios, e aceitem d« falsos cristos que aparecerem, que dirão os que houverem conservado amor à verdade, e esperado com paciência a volta de Cristo?

"E naquele dia se dirá: Eis que Este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e Ele nos salvará; ESTE é o Senhor a quem aguardávamos; na Sua salvação gozaremos e nos alegraremos." Isa. 25:9.

23. Que advertência nos foi feita pelo apóstolo S. Pedro?

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em redor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar." I S. Ped. 5:8.

"Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará Cristo. A igreja tem há muito tempo professado considerar o advento do Salvador como a realização de suas esperanças. Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo veio. Em várias partes da Terra, Satanás se manifestará entre os homens como um ser majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus dada por S. João no Apocalipse. A glória que o cerca não é excedida por coisa alguma que os olhos mortais já tenham contemplado. Ressoa nos ares a aclamação de triunfo: 'Cristo veio! Cristo veio!' O povo se prostra em adoração diante dele, enquanto este ergue as mãos e sobre eles pronuncia uma bênção, assim como Cristo abençoava seus discípulos quando aqui na Terra esteve. Sua voz é meiga e branda, cheia de melodia. Em tom manso e compassivo apresenta algumas das mesmas verdades celestiais e cheias.de graça que o Salvador proferia....

"Mas o povo de Deus não será desencaminhado. Os ensinos deste falso cristo não estão de acordo com as Escrituras....

"E, demais, não será permitido a Satanás imitar a maneira do advento de Cristo. O Salvador advertiu Seu povo contra o engano neste ponto, e predisse claramente o modo de Sua segunda vinda. [S. Mat. 24:24-27.] ... Não há possibilidade de ser imitada esta vinda. Será conhecida universalmente, testemunhada pelo mundo inteiro." — E. G. White, O Conflito dos Séculos, págs. 676 e 677.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal