Consagração - Estudos Bíblicos Adventistas

Estudos Bíblicos Adventistas
Ir para o conteúdo

Consagração

A Bíblia Responde > III – O Caminho a Cristo
A Bíblia Responde - Capítulo nº 03 -  O Caminho a Cristo
1. Que oferta ordenou o rei Ezequias que se fizesse quando ele estabeleceu o culto no templo?

“E deu ordem Ezequias que oferecessem o holocausto sobre o altar, e ao tempo em que começou o holocausto, começou também o canto ao Senhor, com as trombetas e com os instrumentos de Davi, rei de Israel.” II Crôn. 29:27.

2. Depois de se haver o povo unido neste serviço, como interpretou Ezequias sua significação?

“E respondeu Ezequias, e disse: Agora vos consagrastes a vós mesmos ao Senhor; chegai-vos e trazei sacrifícios e ofertas de louvor à casa do Senhor. E a congregação trouxe sacrifícios e ofertas de louvor, e todo o que tinha essa vontade do coração, trouxe holocaustos.” II Crôn. 29:31.
O holocausto [oferta Queimada noutras versões] da manhã e da tarde, ou contínuo sacrifício (Êxo. 29:42) simbolizava a diária consagração do povo ao Senhor.

3. Como é esta consagração encarecida a todo cristão?

“Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Rom. 12:1.

4. Que se declara ser o contínuo sacrifício de louvor?

“Portanto ofereçamos sempre por Ele a Deus sacrifícios de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o Seu nome.” Heb. 13:15.

5. Como deve ser o culto de consagração levado avante pela igreja cristã?

“Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” I S. Ped. 2:5.

6. Quem deu o exemplo de completa consagração?

“E qualquer que entre vós quiser ser o primeiro seja vosso servo; bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a Sua vida em resgate de muitos.” S. Mat. 20:27 e 28.

7. Que posição tomou Jesus entre Seus irmãos?

“Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve.” S. Luc. 22:27.

8. Em que consiste a semelhança com Cristo?

“Haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.” Filip. 2:5.

9. Que foi Cristo levado a fazer, por Seu espírito de humildade e consagração?

“Mas aniquilou-Se a Si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo- Se semelhante aos homens.” Filip. 2:7.

10. A que ponto Se humilhou Jesus?

“E, achado na forma de homem, humilhou-Se a Si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.” Filip. 2:8.

11. Como nos exorta Ele à mesma consagração?

“Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” S. Mat. 11:29.

12. Que tornou Ele a condição do discipulado?

“Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser Meu discípulo.” S. Luc. 14:33.

13. Que prova que a pessoa não pertence a Cristo?

“Mas se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.” Rom. 8:9.

14. Como deve andar aquele que professa estar em Cristo?

“Aquele que diz que está nEle, também deve andar como Ele andou.” I S. João 2:6.

15. Pertencemo-nos a nós mesmos?

“Ou não sabeis … que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço.” I Cor. 6:19 e 20.

16. Que somos, portanto, exortados a fazer?

“Glorificai pois a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” I Cor. 6:20.

Nosso tempo, forças e meios pertencem a Deus, e devem ser dedicados a Seu serviço.

17. De que é templo o corpo dos cristãos?

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus?” I Cor. 6:19.

18. Quando verdadeiramente consagrada, para que está a pessoa preparada?

“Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.” Isa. 6:8.

19. De que outra maneira é expressa essa boa vontade para o serviço?

“Eis que como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos das servas para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o Senhor nosso Deus.” Sal. 123:2.
Voltar para o conteúdo