A tragédia da toupeira - Estudos Bíblicos Adventistas

Ser Cristão, é ser Discípulo do Cristo.
Ir para o conteúdo

A tragédia da toupeira

Reflexões Cristãs
Reflexões Cristãs
A toupeira é um bicho roedor que devora as raízes das árvores e causa muitos estragos, sem que as pessoas percebam. Quando se podem ver os resultados já é muito tarde. Trabalha em silêncio pelos inúmeros túneis que constrói debaixo da terra.

Acabar com estes bichinhos é muito difícil para os agricultores, porque nunca sabem onde eles estão. Seguir a trajectória de um túnel é perda de tempo, porque eles escondem-se nos inumeráveis labirintos subterrâneos

Entretanto, alguém descobriu a maneira de os afugentar para sempre. A toupeira não vê, mas possui um ouvido muito sensível. Então as pessoas colocam na boca do túnel um aparelho que produza barulho. Pode ser uma serra eléctrica. A pobre toupeira não vê nada, ouve simplesmente um barulho estranho, como se o mundo todo estivesse a cair aos pedaços e foge desesperada para salvar a vida.

Sabe qual é a tragédia da toupeira? Ela não vê. Se pudesse ver perceberia que não há motivo para correr. “Não temas”, diz o versículo de hoje “porque Eu sou teu Deus; Eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a dextra da minha justiça.”

Pode não O ver, mas Ele está lá, ao seu lado, cumprindo a promessa que lhe fez. Quantas vezes na vida corremos apavorados porque o barulho das provações e dificuldades é muito grande! Por favor, não corra, abra os olhos da fé e contemple Deus e os exércitos do Céu que estão dispostos a ajudá-lo.

Nas horas difíceis, em lugar de correr, pare para pensar, meditar e aprender a confiar em Deus. De manhã, passe meia hora em comunhão com Jesus, não será sentida no apertado programa de trabalho que tem pela frente mas ajudá-lo-á a ver que não está sozinho; abrirá os seus olhos para ver Aquele que o sustenta, ajuda e protege com a destra da Sua justiça.

Os que desejam ser cada dia mais semelhantes a Jesus, vivem uma vida de companheirismo diário com Ele e o resultado dessa experiência é que O conhecem cada dia mais, para confiar n’Ele nos momentos escuros em que temos a impressão de que Jesus desapareceu e Se esqueceu de nós.

No período final da história humana, o povo verdadeiro de Deus terá que viver sem Intercessor durante um período de tempo. O que será de nós se não aprendemos a vê-lO na confusão das provações e nos momentos difíceis?

Jesus é o amigo que nunca falha.
Voltar para o conteúdo