A Profecia, porque foi dada - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Profecia, porque foi dada

A Bíblia Responde > VI – A Segura Palavra dos Profetas
A Bíblia Responde - Capítulo nº 06 - A Segura Palavra dos Profetas

1. Por que foram dadas as Sagradas Escrituras?

"Porque tudo que dantes foi escrito para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras, tenhamos esperança." Rom. 15:4.

2. Por que meio é produzida toda Escritura?

"Toda a Escritura é divinamente inspirada." II Tim. 3:16, prim. Parte. (Versão Trinitária.)

3. Para que é ela proveitosa?

"E proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça." II Tim. 3:16, última parte.

4. Como foi produzida a profecia?

"Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espirito Santo." II S. Ped. 1:21.

5. De que é capaz o Senhor, quanto ao futuro?

"Eis que as primeiras coisas passaram, e novas coisas eu vos anuncio, e, antes que venham à luz, vo-las faço ouvir." Isa. 42:9.

6. Até onde alcança a capacidade de Deus revelar o futuro?

"Lembrai-vos das coisas passadas desde a antiguidade; que Eu sou Deus,... não há outro semelhante a Mim; que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam." Isa. 46:9 e 10.

Em contraste com isso, notai a seguinte confissão de um afamado historiador moderno, quanto à capacidade humana de revelar o futuro.

"A História fez até agora tão pouco progresso no sentido científico, que nada pode dizer quanto ao que virá a ocorrer. No que se refere ao futuro, é completamente cega. Não existe no mundo um único filósofo que possa predizer a evolução histórica no período de um dia sequer. No tocante aos problemas de 1895, o historiador é tão mudo quanto um charlatão prognosticador do tempo o seria quanto às condições meteorológicas da próxima estação do ano. O ano virá e ir-se-á. Ele cumprirá o seu propósito no grande calendário da vida humana. Suas ocorrências e desfechos processar-se-ão com exatidão científica, sem relação alguma com as condições anteriores. Mas vivente algum pode predizer qual será o acontecimento e seu aspecto. O homem mais esclarecido não pode predizer nem prever a natureza do que irá acontecer no ano que já está prestes a bater à porta." — John Clark Ridpath, em Christian at Work, 27 de dezembro de 1894.

Sabedor de todas as coisas, como é Deus, o futuro Lhe é presente. Mais que qualquer outra coisa, talvez, as profecias da Bíblia e seu cumprimento dão testemunho de sua inspiração divina.

7. A quem revela Deus os segredos do futuro"?

"Certamente o Senhor Jeová não fará coisa alguma, sem ter revelado o Seu segredo aos Seus servos, os profetas." Amós 3:7.

8. A quem pertencem as coisas reveladas?

"As coisas encobertas são para o Senhor nosso Deus; porém as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre." Deut. 29:29.
9. Que testificou o apóstolo S. Pedro de sua experiência no monte da transfiguração?

"Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas; mas nós mesmos vimos a Sua majestade." II S. Ped. 1:16.

10. Quando disse ele haver visto a majestade de Cristo, e ouvido a voz vinda do Céu?

"E ouvimos esta voz dirigida do Céu, estando nós com Ele no monte santo." II S. Ped. 1:18.

11. De que maneira acentua ele a confiança que se pode depositar na profecia?

"E temos, mui firme, a palavra dos profetas." II S. Ped. 1:19.

Cada cumprimento da profecia constitui uma confirmação de sua veracidade e firmeza.

12. Consequentemente, que advertência é feita?

"À qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia esclareça, e a estrela da alva apareça em vossos corações." II S. Ped. 1:19, última parte.

13. Qual tem sido sempre o tema dos profetas de Deus?

"Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das almas. Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da graça que vos foi dada." I S. Ped. 1:9 e 10.

14. O espírito' de quem inspirou as declarações da profecia?

'Indagando que tempo ou que ocasião de tempo, o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir." I S. Ped. 1:11.

15. Em que profecia reconheceu Cristo a Daniel como profeta?

"Quando pois virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda." S. Mat. 24:15.

16. Até que tempo deveriam ficar seladas as profecias de Daniel?

"E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará." Dan. 12:4.

17. Que certeza deu o anjo de que essas profecias seriam compreendidas nos últimos dias?

"E ele disse: Vai Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim. Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão." Dan. 12:9 e 10.

18. Como é chamado o último livro da Bíblia?

"Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus Lhe deu." Apoc. 1:1.

19. Que é dito dos que lêem, ouvem e guardam as coisas que esse livro contém?

"Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nelas estão escritas." Apoc. 1:3.  
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal