A nossa atitude para com os necessitados - Estudos Bíblicos Adventistas

Ser Cristão, é ser Discípulo do Cristo.
Ir para o conteúdo

A nossa atitude para com os necessitados

Reflexões Cristãs
Reflexões Cristãs
"Bem-aventurado o que acode ao necessitado; o Senhor o livra no dia do mal". Salmos 41:1

Este é o terceiro Salmo a começar com uma bem-aventurança. Observa-se neles curioso ensino. O primeiro Salmo pronuncia uma bênção sobre os que buscam a Palavra de Deus e meditam na sua divina mensagem. O Salmo 32 pronuncia uma bênção sobre aquele cujos pecados são perdoados, e está limpo à vista de um Deus santo. E agora, este Salmo 41 pronuncia uma bênção sobre o pecador perdoado, que começa a apresentar frutos para a glória de Deus, acudindo aos Seus filhos necessitados.

A nossa atitude para com os pobres é um bom termómetro da nossa experiência cristã. Teremos sempre connosco os pobres, para pôr à prova o nosso carácter. A Bíblia faz-nos a pergunta: Se não amamos a nosso irmão, que vemos, como amaremos a Deus, que não vemos? Temos de facto de medir o nosso amor a Deus pelo amor que temos àquele que menos amamos? É a «religião pura» realmente cuidar dos pobres, visitar as viúvas e os órfãos nas suas tribulações?

Um missionário viajava num comboio, na índia. Tinha estado a ler o livro Welfare Ministry, compilado de escritos de Ellen White. Levantou-se para ir a outra carruagem e deixou o livro sobre o banco. Ao voltar, o livro tinha desaparecido e então notou que um hindu de alta sociedade, no banco oposto, estava a ler o livro. Não tirou os olhos do livro. Leu até à noite, à hora de dormir. Então o cavalheiro hindu levantou-se e disse:
— Este livro é seu?

— Sim, respondeu o missionário, sorrindo.

É o livro mais maravilhoso que já li, acrescentou, solenemente. Posso lê-lo esta noite? Quero lê-lo todo.

E assim, aquele hindu, naquela noite, leu-o. E qual o capítulo que lhe prendeu mais a atenção? Foi o capítulo quatro, intitulado: «Esta é a Religião Pura». «O que é a religião pura? Cristo disse-nos que a religião pura é o exercício da compaixão, da simpatia e do amor no lar, na igreja e no mundo.»
Voltar para o conteúdo