A Maldição do Mundo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Maldição do Mundo

A Bíblia Responde > XVII – Saúde e Temperança
A Bíblia Responde - Capítulo nº 17 - Saúde e Temperança

1. Que advertência contra a intemperança fez Cristo, com especial aplicação aos nossos tempos?

"Olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia." S. Luc. 21:34.

2. Qual, disse Ele, seria a condição do mundo exatamente antes de Sua segunda vinda?

"E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. ... Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento." S. Mat. 24:37 e 38.

3. Tem aumentado o consumo da bebida no mundo?

Tem aumentado de maneira assustadora, como todos podem observar. Nos Estados Unidos, duplicou o consumo per capita, em trinta anos, de 1880 para 1910. E é muito provável que dai por diante o aumento fosse mais rápido ainda.

Em 1930 fabricaram-se naquele país 9.000.000 de litros de uísque; em 1940, a produção subiu a 418.500.000 litros. Os algarismos para rum são, respectivamente: 4.423.500 e 10.980.000. A não falar na cerveja, o fabrico de outras bebidas alcoólicas em 1940 foi sessenta e duas vezes mais do que dez anos antes.

É certo que aumento semelhante se tem verificado em outros países. Se se conseguissem estatísticas exatas do consumo de bebidas em todos os países do mundo, veríamos o assombroso aumento. Aliás, basta comparar os registos policiais de hoje com os de anos atrás, para constatar esse aumento. E todos bem percebemos que encontramos hoje muito maior número de bêbados na rua, nos trens e ônibus, do que há alguns anos.

4. Que relação há entre o álcool e a eugenia da raça?

"Diz Moncorvo Filho que a embriaguez foi uma das principais causas da despopulação de Haiti. O álcool e a sífilis, afirma Afrânio Peixoto, destruíram os Peles Vermelhas na América do Norte; o álcool e a varíola acabaram com os nossos indígenas. Ao álcool, diz ainda Moncorvo Filho, deve-se o desaparecimento gradual de famílias inteiras na Bretanha." — Inimigos da Humanidade, pág. 73.

5. Como vêm a sofrer as inocentes crianças os efeitos do cool ?

"Das crianças nascidas em Paris, Londres e outros grandes Centros industriais, a metade morre antes de atingir os três anos, o se deve atribuir à hereditariedade alcoólica e tuberculosa; e esta - consequência do alcoolismo."—É o Álcool Alimento, ou Veneno?

"Em Liverpool," diz o Dr. Mendes de Castro, "Sullivan observou que de 600 filhos gerados por 120 mães alcoólatras, 335 ou 55,8% nasceram mortos ou morreram nos dois primeiros anos de vida. '

"Moncorvo verificou em uma estatística de sete anos, de 19 de 1921, que em 1.433 crianças, 247 eram portadoras de heredo-alco0l;s mo." — Inimigos (la Humanidade, pág. 74.

6. Terá o consumo de álcool alguma cumplicidade no aumento das moléstias mentais?

Em observações feitas no Hospital de Franco da Rocha chegou-se " conclusão de que 28,95% dos alienados ali entrados devem o seu mal ao álcool.

"De 2.892 doentes entrados no Hospício da Praia Vermelha, no Rio de Janeiro, 220 eram casos de alcoolismo. Além disso, havia cerca de 200 casos de epilepsia e quase uma centena de oligofrenia (débeis mentais, idiotas e imbecis), doenças em cuja etiologia o álcool representa muitas vezes o papel principal. Na Colónia Juliano Moreira em Jacarepaguá, que abrigava perto de 1.200 psicopatas, existiam 126 casos de alcoolismo." — Inimigos da Humanidade, pág. 73.

7. Que dizer da relação existente entre o álcool e o crime?

Certo juiz inglês declarou: "Caso fosse apurado, nove décimos do crime na Inglaterra e País de Gales teriam sua origem na bebida — Alcohol.

"O Dr. José de Morais Melo, da Seção de Medicina e Criminologia da Penitenciária do Estado de S. Paulo, observou que é muito maior o número de crimes praticados aos sábados e domingos dias da semana em que mais se bebe. De uma estatística que compilou, ressalta o seguinte: 'Dos criminosos de sangue, aos sábados" 100% eram alcoólatras; aos domingo, 99,07%. Em 924 homicidas 910 eram alcoólatras — 99,13%. Em 924 assassínios, 414 vezes o álcool foi a causa direta do crime, porque este foi cometido em estado de embriaguez aguda. Dos 1.388 criminosos alcoólatras passados pelo meu Serviço até a data em que foi feita esta estatística~ 1.126 acusavam antecedentes alcoólicos dos progenitores — 81,12%' Dos 414 penitenciários que praticaram crimes em estado de aguda intoxicação alcoólica, 386, isto é, 95,65%, tinham antecedentes alcoólicos paternos e 222 de ambos os genitores, o que dá para estes 222 homens uma percentagem de 55,31%. Em 1.400 sentenciai dos, 1.388 eram alcoólatras. Os números por impressionantes, dispensam comentários." —Idem, págs. 74 e 75.

Advertências Sagradas

(Para Leitura Alternada)

"Ai dos que se levantam pela manhã, e seguem a bebedice; e se demoram até à noite, até que o vinho os esquenta!" Isa. 5:11.

"E harpas e alaúdes, tamboris e pífaros, e vinho há nos seus ban e não olham para a obra do Senhor, nem consideram as obras das Suas mãos." Isa. 5:12.

"E falou o Senhor a Arão, dizendo'. Vinho nem bebida forte tu e teus filhos contigo não bebereis." Lev. 10:8 e 9.

"Com canções não beberão vinho; a bebida forte será amarga para os que a beberem." Isa. 24:9.

"Não é próprio dos reis, ó Lemuel, não é próprio dos reis beber vinho, nem dos príncipes desejar bebida forte." Prov. 31:4.

"Ai da coroa da soberba dos bêbados de Efraim, cujo glorioso orna é como a flor que cai." Isa. 28:1.

"Necessidade padecerá o que ama os prazeres; o que ama o vinho e o azeite nunca enriquecerá." Prov. 21:17.

"Porque o comilão e o beberrão cairão em pobreza; e a sonolência faz trazer os vestidos rotos." Prov. 23:21.

"Ai daquele que dá de beber ao seu companheiro! tu, que lhe chegas o teu odre, e o embebedas." Hab. 2:15.

"Ai dos que são poderosos para beber vinho, e homens forçosos para misturar bebida forte." Isa. 5:22.

"E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas en do Espírito." Efes. 5:18.

"O vinho é escarnecedor, e a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio." Prov. 20:1.

"Para quem são os ais? para quem os pesares? para quem as pelejas? para quem as queixas? para quem as feridas sem causa? e para quem os olhos vermelhos?" Prov. 23:29.

"Para os que se demoram perto do vinho, para os que andam bus bebida misturada." Prov. 23:30.

"Não olhes para o vinho, quando se mostra vermelho, quando res no copo, e se escoa suavemente." Prov. 23:31.

"No seu fim morderá como a cobra, e como o basilisco picará." Prov. 23:32.

"Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, ...nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os mal nem os roubadores herdarão o reino de Deus." I Cor. 6:9 e 19.

"Agora, pois, guarda-te de que bebas vinho, ou bebida forte, ou comas coisa imunda." Juí. 13:4.

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus e que não sois de vós mes I Cor. 6:19.

"Porque fostes comprados por bom preço; glorificai pois a Deus, no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." I Cor. 6:20.

"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa fazei tudo para glória de Deus." I Cor. 10:31.  
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal