A Conversão do Mundo - Estudos Bíblicos Adventistas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Conversão do Mundo

A Bíblia Responde > VII – Acontecimentos Vindouros e Sinais dos Tempos
A Bíblia Responde - Capítulo nº 07 - Acontecimentos Vindouros e Sinais dos Tempos

1. Segundo disse Cristo, qual seria a condição do mundo por ocasião da Sua segunda vinda?

"E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem." S. Luc. 17:26. Ver também os versos 27-30.

2. Como foi nos dias de Noé?

"E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a Terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. ... E encheu-se a Terra de violência." Gén. 6:5-11.

Num sermão pronunciado em Savannah, Ga., em 2 de dezembro de 1912, o bispo A. W. Wilson (metodista) disse: "A antiga Roma em seus piores dias jamais esteve em condições de vícios tais como as que prevalecem nas nossas altas rodas sociais. Nunca em qualquer período da história do mundo foi a moralidade tão aviltada e tão rebaixada."

3. Como caracteriza S. Paulo os últimos dias?

"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos." II Tim. 3:1.

4. Que tornaria trabalhosos estes tempos ?

"Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te." II Tim. 3:2-5.

5. Ficarão melhores as condições antes de vir o Senhor?

"Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." II Tim. 3:13.

"Até ao fim do tempo haverá motivo para o mesmo lamento; o mundo não se tornará melhor, não, mesmo ainda quando se aproximar do seu termo. É mau, e mau será e pior do que em qualquer época precisamente antes da vinda de Cristo." — Matthew Henry, sobre S. Lucas 18:8.

6. De acordo com a parábola do trigo e do joio, até quando permanecerão juntos os bons e os maus?

"O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; o inimigo que o semeou, é o diabo." "Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar." S. Mat. 13:38, 39 e 30.

7. Quando será a colheita?

"A ceifa é o fim do mundo." S. Mat. 13:39.

Torna-se claro assim que os ímpios (o joio) viverão com os justos (o trigo) até ao fim do mundo. Não haverá, então, antes da segunda vinda de Cristo, um tempo em que todos se converterão a Deus.

8. Com que propósito deverá ser o evangelho pregado em todo o mundo?

"E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim." S. Mat. 24:14.

Ele não disse que todo o mundo receberia o evangelho, mas que o evangelho deveria ser pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes e então viria o fim.

9. Como virá ao mundo o dia do Senhor?

"Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite. Pois que, quando disserem: Há paz e segurança; então lhes sobrevirá repentina destruição   e de modo nenhum escaparão. Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como ladrão." I Tess. 5:2-4.

Haverá então apenas duas classes no mundo: os que estarão em trevas, que esperarão um tempo de paz e segurança, e os que não estarão em trevas; estes aguardarão o dia do Senhor — um dia de assolação e destruição -— a vinda do Senhor e o fim do mundo. Ver Jer. 7:1-19; Dan. 12:1; Joel 2:1-11; Sof. 1.

10. Que dirão alguns dos que estão nas trevas, quando ouvirem da vinda do Senhor? 

"Sabendo primeiro isto: que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da Sua vinda porque desde que os pais dormiram todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação." II S. Ped. 3:3 e 4.

11. Que será popularmente ensinado nos últimos dias?

"Mas nos últimos dias ... irão muitas nações, e dirão: Vinde e subamos ao monte do Senhor, e à casa do Deus de Jacó, ... e julgará entre muitos povos, e castigará poderosas nações até mui longe, e converterão as suas espadas em enxadas e as suas lanças em foices: uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra." Miq. 4:1-3. Ver também Isa. 2:2-5.

Notai, isso não é o que o Senhor diz, mas o que o Senhor diz que muitas nações dirão nos últimos dias. E esta é de fato a proclamação agora ouvida em toda parte — um grande movimento mundial pró-paz; um convite ao desarmamento de todas as nações, para não mais guerrearem, e professarem a religião.

12. Que mensagem indica a verdadeira condição imperante?

"Proclamai isto entre as nações, santificai uma guerra; suscitai os valentes; cheguem-se, subam todos os homens de guerra. Forjai espadas das vossas enxadas, e lanças das vossas foices: diga o fraco: Eu sou forte." Joel 3:9 e 10.

13. Enquanto fazem esses preparativos bélicos, que dirão os homens ?

"E curam a ferida da filha do Meu povo levianamente, dizendo: Paz, paz; quando não há paz." Jer. 6:14.

Quem quer que conheça as condições atuais do mundo sabe que isto é verdade. Enquanto se proclama a paz, as nações se armam como nunca antes; as guerras prosseguem quase continuamente; surgem frequentemente complicações internacionais; mal uma conflagração mundial termina, já outra ameaça explodir. O mundo atual é um vasto acampamento militar.

Quão inesperadamente se surpreenderão os que têm estado a pregar paz e segurança ao vir o fim como é indicado no texto já citado: "Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como um ladrão de noite; pois que, quando disserem: Há paz e segurança; então lhes sobrevirá repentina destruição." I Tess. 5:2 e 3. Todos os que não se aperceberem dos sinais dos tempos, e estiverem indiferentes ao futuro, defrontarão o dia do Senhor não preparados. Como um ladrão de noite, furtivamente, sorrateiramente, esse dia apanhará todos, os incautos que não estiverem esperando, vigiando, aguardando a volta de seu Senhor. Em vez de esperar a conversão do mundo, devemos esperar a vinda de Cristo.

14. Qual deve ser a atitude do cristão, em face das condições dos últimos dias?

"Quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima."

Os cristãos do primeiro século, diz Fallaw, esperavam o fim do mundo em seus dias. "Eles, como que se achavam em treino para a vida num mundo novo. A alegria no Senhor dos Céus e da Terra levava-os a vencerem a ansiedade acerca da cessação de uma espécie de vida e o começo de outra.

"Não tem importância o fato de que esses cristãos estavam errados em sua crença de que alguns dentre eles estariam ainda vivos quando tudo tivesse terminado. O que é de maior importância para nós é que eles por tal forma se fortaleciam uns aos outros na fé, que podiam regozijar-se pela certeza que tinham, de que o mundo estava prestes a acabar-se. E não menos importante para nós é a lição que sua conduta provê. Aguardando o fim, que consideravam ser um novo princípio, estavam construtivamente ativos, servindo aos semelhantes, pondo em primeiro lugar as necessidades humanas, e dando à propriedade lugar muito secundário na escala dos valores." — The Christian Century, 25 de set. de 1946.  
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal